5 de Janeiro de 2011

Aponte na sua agenda:
Festa das Bem-aventuranças
30 de Janeiro o 7ºvolume celebra a Festa das Bem-Aventuranças.

Informamos pais ou Encarregados de Educação dos adolescentes do 7º volume terão uma reunião na Igreja Paroquial, no dia

28 de Janeiro, pelas 21horas.

A Caminho do Natal…

O Natal estava próximo, e nós, catequistas, tínhamos apenas 4 domingos para preparar as crianças para o feliz acontecimento.
O que fazer este ano? É sempre a questão que surge em primeiro lugar, pois tentamos não repetir as mesmas actividades, o que por vezes se torna difí-cil.
Depois de analisadas todas as ideias sugeridas, optamos por fazer uma ca-minhada de Advento, que tinha como objectivo a construção de uma coroa de Natal decorada ao gosto de cada grupo e a partir da Palavra de Deus de cada Domingo do Advento, procurar descobrir, através do nosso coração, o essencial para viver o Natal.
Na catequese, os trabalhos foram realizados individualmente por cada gru-po, ficando ao critério de cada catequista a forma de o fazer.
Durante a celebração da Eucaristia e ao longo das 4 semanas do Advento, fomos construindo o Presépio, com símbolos e imagens que guardavam em si, a mensagem que cada Evangelho nos transmitia.
No ultimo Domingo foi a celebração de Natal da catequese, onde um grupo de adolescentes leram um jogral que relatava como tinha sido o primeiro Natal, lembrando-nos quão diferente era do que se vive hoje em dia.
Esperamos que tenhamos conseguido transmitir a nossa mensagem, para que o verdadeiro espírito do Natal se tenha instalado nos nossos corações, para melhor acolher Jesus que neles quis nascer.
A catequese deseja a todos um Feliz Ano Novo, com muita saúde, paz e alegria.
Pela Catequese,


Sílvia Sábio

Ser catequista, uma primeira experiência.

Por Sónia Jerónimo

Sou a Sónia, tenho 32 anos, resido á 10 anos na aldeia de Cruzes. Comecei este ano a dar catequese ao 2º volume, desde os meu 15 anos que venho com frequência á missa a Salir de Matos, a qual me foi fascinando e emocionando cada vez mais, quer pela interacção crescente ao longo dos anos com as crianças, quer pela própria música que o coro pratica, que é também cada vez mais fascinante. Penso que qualquer cristão sente um acolhimento muito caloroso por todo este envolvimento que há na missa.
Desde que fiz o Crisma em Óbidos aos 16 anos, que tive muita vontade de dar catequese mas nunca tive oportunida-de de o fazer, tenho uma paixão enorme pelas crianças e sempre sonhei poder trabalhar com elas, mas a vida nunca me o permitiu, assim aceitei este desafio o qual é uma for-ma muito gratificante e que preenche todo o meu coração poder estar a ensinar a doutrina a estas crianças que são puras, sinceras e verdadeiras e nos dão um carinho, ternura e uma paz inexplicável ao estar com elas.
É com muito gosto, carinho e amor que o faço, espero con-seguir cumprir a minha missão.
Quero desde já agradecer a todos pela oportunidade que me deram de concretizar este meu sonho

12 de Julho de 2010

ENCERRAMENTO DA CATEQUESE

No passado dia 19 de Junho de 2010, numa tarde divertida, onde o convívio foi o mais importante, os vários anos de catequese, reuniram-se para realizar o encer-ramento do seu ano catequético.

Os Catequistas prepararam uma actividade “Em Busca do Puzzle Perdido“, onde todos deram o seu melhor na realização das tarefas distribuídas pelas dez etapas. Umas teóricas, outras lúdicas, todas tiveram como base os catecismos utilizados nos diversos anos de formação. No final do percurso fizeram a construção de um puzzle, cujo objectivo, foi deixar a mensagem que tal como um puzzle, se faltar uma peça este não fica completo, também nós cristãos somos todos importantes na comunidade cristã. À nossa maneira, contribuímos para que a nossa fé se fortaleça. Cada pessoa é diferente e tem uma missão única a realizar neste mundo ao longo dos seus dias.

Depois de muita diversão, foi hora de fazer um lanche, em que todos partilharam o que tinham levado.

Apesar de ter chegado ao fim mais um ano catequético, partimos com a ideia que “Jesus é o nosso Caminho”.

Sandra Fernandes

FESTA DO COMPROMISSO

“Com Deus, acreditamos num mundo melhor” Por Paula Rebelo
Foi assim que começámos a Eucaristia Dominical no passado dia 30 de Maio. Nesse Domingo foi a vez do 9º volume reali-zar a sua festa, a festa do compromisso com Deus que não é só num âmbito pessoal ou interior mas num horizonte mais alargado, comprometer-se perante os seus pais e a comuni-dade paroquial. Esta festa vem na sequência do catecismo “O desafio de viver”. Estes jovens, ao longo deste ano, têm vindo a descobrir o sentido da vida à luz da fé e da esperança e têm vindo a cimentar a sua fé com o Evangelho. Eles são desafiados a compreender e a viver as questões da vida moral segundo a proposta de felicidade de Jesus. Foram-lhes mostrados vários caminhos, várias opções de vida, mas sabe-mos que nem sempre é fácil saber o que escolher quando as “propostas e os caminhos” são muitos e variados. Mesmo assim, eles quiseram comprometer-se a viver ao jeito de Jesus, a seguir o seu caminho de verdade e de vida, para construir um mundo melhor.
Foi nesta sequência que, nesse Domingo, estes jovens quise-ram mostrar à comunidade que os homens não estão a seguir os caminhos que Jesus nos indicou para vivermos em paz e harmonia. E para isso, contaram com a colaboração dos seus pais, a qual foi muito importante não só para ouvi-rem o compromisso de seus filhos como também para parti-ciparem nesta celebração dando assim uma maior força e apoio. Nós temos consciência que somos poucos perante o mundo inteiro para derrubar tanta ganância, hipocrisia, egoísmo, corrupção, etc., mas também aprendemos que, com Cristo, não se cruza os braços, está-se sempre pronto a “trabalhar” e a contribuir para um mundo mais justo, mais humano e mais feliz. E, agarrados a esta esperança de fé, os nossos jovens terminaram a celebração num “grito” à comu-nidade: “Somos jovens comprometidos com Cristo!”


Espero que este grito invada também os nossos corações!



10 de Maio de 2010

Festa da Avé Maria

O passado dia 2 de Maio, foi um dia muito importante para todos os meninos e para as mães, pois comemorou-se o DIA DA MÃE! No entanto, para os meninos do 1º volume, foi um dia ainda mais importante, pois festejaram a festa da Avé Maria.

A Eucaristia foi preparada e dinamizada pelas crianças do 1º ano da catequese, e pelas suas mães. Consistiu numa eucaristia de acção de graças a Maria.

A celebração foi iniciada com uma nota introdutória dedicada a todas as mães, e recordou também o papel importante da nossa mãe do Céu. No ofertório, como forma de agradecimento a Maria, nossa mãe, foram entregues duas rosas. Mas o ponto alto da festa, foi quando o Padre Filipe chamou as mães e os meninos do 1º volume para rezarem em conjunto a Avé Maria.

No final, e para homenagear as nossas mães, foram entregues flores.

Festa da vida



No passado dia 11 de Abril, os jovens do 8º volume da catequese de coração sincero e aberto ao Mistério Pascal de Jesus Cristo, celebraram a Festa da Vida, ou seja celebraram o grande Amor que Deus tem por nós, através da sua Nova Aliança entre Si e o Homem em Jesus Cristo, fonte de Vida pela sua Morte e Ressureição.



Esta festa ocorreu durante a celebração da Eucaristia Dominical e envolveu os jovens e os seus pais.



A Festa começou com a entrada solene, no qual alguns pais levavam a cruz florida (símbolo de Vida) e o Evangeliário e os jovens umas velas, contou ainda com vários momentos realizados pelos jovens, como o Ofertório Solene, Oração Universal e uma Oração de Acção de Graças em que os jovens tentam descrever o que é a Vida e que pretendem crescer em Cristo, assim sendo receberam uma pequena cruz com uma flor para nunca se esquecerem que é em Cristo que encontram o verdadeiro sentido da Vida.



Terminaram fazendo todos juntos, em redor do altar, o seu compromisso de Vida, em que afirmaram "Vale a pena viver a Vida".



Como catequista do 8º volume agardeço a ajuda e a adesão dos jovens e dos seus pais na celebração desta Festa.

E para os jovens nunca esqueçam: "Cultivem o Amor que Jesus nos ensinou, pois vocês são o futuro da nossa Igreja".